FANDOM


Justice League Part One Editar

Liga da Justiça é um futuro filme americano de super-herói de 2017 baseado na equipe homônima da DC Comics e distribuído pela Warner Bros. Pictures. Será o quinto filme do Universo Estendido DC.

Sinopse Editar

Impulsionado pela restauração de sua fé na humanidade e inspirado pelo ato altruísta do Superman (Henry Cavill), Bruce Wayne (Ben Affleck) convoca sua nova aliada Diana Prince (Gal Gadot) para o combate contra um inimigo ainda maior, recém-despertado. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha buscam e recrutam com agilidade um time de meta-humanos, mas mesmo com a formação da liga de heróis sem precedentes - Batman, Mulher-Maraviha, Aquaman (Jason Momoa), Cyborg (Ray Fisher) e The Flash (Ezra Miller) -, poderá ser tarde demais para salvar o planeta de um catastrófico ataque.

Equipe Editar

Elenco e Personagens Editar

  • Ben Affleck como Bruce Wayne / Batman: O líder do grupo de meta-humanos que também é um bilionário socialite e proprietário da Wayne Enterprises que se dedica a proteger Gotham City de seu submundo criminoso como um vigilante altamente treinado e mascarado equipado com muitas ferramentas poderosas e armas.
  • Henry Cavill como Clark Kent / Superman: Um Kryptoniano sobrevivente e jornalista do Planeta Diário com habilidades sobre-humanas que aparentemente morreu após os eventos de Batman v Superman: Dawn of Justice. Em 5 de fevereiro de 2016, Cavill anunciou nas mídias sociais que já havia começado a se exercitar para o filme antes do início das filmagens.
  • Gal Gadot como Diana Prince / Mulher Maravilha: Uma princesa guerreira imortal de 5.000 anos de idade, amazona e filha de Zeus, que possui força sobrehumana, vôo, velocidade, reflexos, durabilidade e agilidade, que agora é parceira de Wayne.
  • Ezra Miller como Barry Allen / Flash: Um policial forense de Central City que pode se mover em velocidades superhumanas, com sua habilidade de entrar na Força de Aceleração.
  • Jason Momoa como Arthur Curry / Aquaman: O rei da nação submarina de Atlântida, cujas habilidades meta-humanas se originam de sua fisiologia atlante. Ele tem força sobre-humana, velocidade, durabilidade, reflexos, hidrocinese e a capacidade de controlar animais aquáticos.
  • Ray Fisher como Victor Stone / Ciborgue: Um ex-jogador de futebol universitário que, depois de ser cibernéticamente reconstruído com uma Caixa Maternas após um acidente quase fatal, tem poderes que lhe permitem manipular a tecnologia. Fisher interpreta o personagem através da assistência de desempenho de captura de movimento, para a parte cibernética de seu corpo.
  • Ciarán Hinds como Steppenwolf: Um general da raça alienígena Novos Deuses, do planeta Apokolips, que é enviado para encontrar as três Caixas Maternas na Terra para seu sobrinho e oficial comandante, Darkseid. O personagem tinha aparecido anteriormente no Universo Estendido DC durante uma cena na Edição Ultimate de Batman v Superman: Dawn of Justice, no qual ele se comunica com Lex Luthor através da tecnologia de holograma Kryptoniano. Em março de 2017, Ciarán afirmou que Steppenwolf é velho, cansado e tentando sair de sua posição escravizada sob Darkseid. Hinds interpreta o vilão através do uso de desempenho de captura de movimento e recebeu ajuda nesse processo de seu amigo Liam Neeson, que tinha feito recentemente um trabalho semelhante em Sete Minutos Depois da Meia-Noite.
  • Amber Heard como Mera: Uma guerreira de Atlântida e interesse amoroso de Arthur.
  • Willem Dafoe como Nuidis Vulko: Um Atlante e conselheiro pessoal do Aquaman.
  • Amy Adams como Lois Lane: Uma repórter do Planeta Diário e interesse amoroso de Clark.
  • Jesse Eisenberg como Lex Luthor: O presidente da LexCorp, que agora está preso no Arkham Asylum.
  • Jeremy Irons como Alfred Pennyworth: Mordomo de Bruce Wayne, chefe de segurança e confiável confidente.
  • Diane Lane como Martha Kent: A mãe adotiva de Clark Kent.
  • Connie Nielsen como Rainha Hipólita: A mãe de Diana e rainha de Themyscira.
  • J. K. Simmons como James Gordon: O Comissário do Departamento de Polícia de Gotham City e aliado do Batman.

Joe Morton reprisa seu papel como Dr. Silas Stone, um cientista dos Laboratórios S.T.A.R e pai de Victor Stone, de Batman v Superman: Dawn of Justice. Billy Crudup e Kiersey Clemons interpretam Dr. Henry Allen e Iris West, respectivamente. Julian Lewis Jones foi escalado em um papel não revelado.

Laurence Fishburne, que interpreta Perry White no UEDC, disse que se recusou a reprisar seu papel neste filme devido a conflitos de agenda.

Produção Editar

Desenvolvimento Editar

Em fevereiro de 2007, foi anunciado que a Warner Bros havia contratado o casal Michele e Kieran Mulroney para escrever um roteiro para um filme da Liga da Justiça.[16] A notícia chegou ao mesmo tempo que o filme de Joss Whedon da Mulher Maravilha tinha sido cancelado,[17] assim como The Flash, escrito e dirigido por David S. Goyer. Intitulado Liga da Justiça: Mortal, Michele e Kiernan Mulroney entregaram seu roteiro à Warner Bros. em junho de 2007, recebendo o feedback positivo, que levou o estúdio a acelerar rapidamente a produção na esperança das filmagens começarem antes da Greve dos roteiristas dos Estados Unidos de 2007–2008. Warner Bros. estava menos disposta a prosseguir com o desenvolvimento de uma sequência de Superman Returns, tendo sido decepcionada com o retorno de bilheteria. Brandon Routh não foi abordado para reprisar o papel de Superman em Liga de Justiça: Mortal, nem Christian Bale de Batman Begins. Warner Bros. planejava Liga da Justiça: Mortal para ser o início de uma nova franquia de filmes. Logo após o término das filmagens de The Dark Knight, Bale declarou em uma entrevista que "Seria melhor se não pisar nos dedos do pé que a nossa série do Batman está fazendo", embora ele pessoalmente achou que faria mais sentido para a Warner Bros. lançar o filme da Liga após The Dark Knight Rises. Jason Reitman foi a primeira escolha para dirigir Liga da Justiça, mas ele recusou, já que se considera um cineasta independente e prefere ficar longe dos filmes de super-heróis de grande orçamento. George Miller assinou para dirigir em setembro de 2007, com Barrie Osbourne produzindo em um orçamento projetado de $220 milhões.

No mês seguinte, cerca de 40 atores e atrizes fizeram teste para os papéis dos super-heróis, entre eles Joseph Cross, Michael Angarano, Max Thieriot, Minka Kelly, Adrianne Palicki e Scott Porter. Miller pretendia lançar atores mais jovens, visto que ele queria que eles "crescessem" em seus papéis ao longo de vários filmes. D.J. Cotrona foi escalado como Superman. junto com Armie Hammer como Batman. Jessica Biel teria recusado o papel de Mulher Maravilha depois de estar em negociações. A personagem também estava ligado às atrizes Teresa Palmer e Shannyn Sossamon, juntamente com Mary Elizabeth Winstead, que confirmou que ela tinha feito um teste. Em última análise, Megan Gale foi escolhida como Mulher Maravilha, enquanto Palmer foi escolhida como Talia al Ghul, a quem Miller tinha em mente para agir com um sotaque russo. O roteiro de Liga da Justiça: Mortal teria caracterizado o personagem de John Stewart como Lanterna Verde, um papel originalmente oferecido a Columbus Short. Artista de hip-hop e rapper Common foi escalado, com Adam Brody como Barry Allen / Flash, e Jay Baruchel como o vilão principal, Maxwell Lord. O colaborador de longa data de Miller, Hugh Keays-Byrne, havia sido escalado em um papel desconhecido, rumores de ter sido o Caçador de Marte. Aquaman ainda tinha de ser escalado.

Com atrasos na produção e o sucesso de The Dark Knight em julho de 2008, a Warner Bros decidiu se concentrar no desenvolvimento de filmes individuais com os principais heróis, permitindo ao diretor Christopher Nolan completar separadamente sua trilogia do Batman. Em agosto de 2008, Gregory Noveck, vice-presidente sênior de assuntos criativos da DC Entertainment, afirmou: "Nós vamos fazer um filme da Liga da Justiça, seja agora ou daqui a 10 anos. Não vamos começar enquanto não sentirmos que o momento é certo".

A Warner Bros. reiniciou o desenvolvimento do filme solo do Lanterna Verde, lançado em 2011 como uma decepção crítica e financeira. Enquanto isso, adaptações cinematográficas para Flash e Mulher Maravilha continuaram a enfraquecer no desenvolvimento, enquanto as filmagens para um reboot do Superman estavam começando em 2011 com Man of Steel, produzido por Nolan e escrito por David S. Goyer . Pouco depois das filmagens de Man of Steel terem terminado, a Warner Bros contratou Will Beall para rotear um novo filme da Liga da Justiça. O presidente da Warner Bros, Jeff Robinov, explicou que Man of Steel iria definir o tom para os futuros filmes da DC. O filme incluiu referências à existência de outros super-heróis do Universo DC e iniciou o universo cinematográfico compartilhado de personagens da DC Comics. Goyer afirmou que se Lanterna Verde aparecesse em um filme futuro, seria uma versão reinicializada do personagem e não conectada ao filme de 2011. Com o lançamento de Man of Steel em junho de 2013, Goyer foi contratado para escrever uma sequência, assim como um novo Liga da Justiça, com o roteiro de Beall sendo descartado. A sequência foi revelada mais tarde como sendo Batman v Superman: Dawn of Justice, o primeiro filme em live-action a apresentar Batman e Superman juntos, assim como a primeira representação cinematográfica em live-action de Mulher Maravilha, Flash, Aquaman e Ciborgue. O universo é separado do trabalho de Nolan e Goyer na trilogia O Cavaleiro das Trevas, embora Nolan ainda esteve envolvido como produtor executivo de Batman v Superman.

[Jack] Kirby era louco de uma forma maravilhosa e há um muita influência dele aqui. As coisas dos Novos Deuses, as Caixas Maternas e o mundo de Apokolips. Acho divertido esse tom sci-fi.
— Zack Snyder
Em abril de 2014, foi anunciado que Zack Snyder também estaria dirigindo o roteiro de Liga de Justiça de Goyer.[46]Warner Bros. chamou Chris Terrio para reescrever Liga de Justiça em julho. Em 15 de outubro de 2014, a Warner anunciou que o filme seria lançado em duas partes, com a primeira parte lançada em 17 de novembro de 2017 e a segunda parte em 14 de junho de 2019, com Snyder dirigindo ambos os filmes. No início de julho de 2015, EW revelou que o roteiro de Liga da Justiça Parte Um tinha sido completado por Terrio. Snyder afirmou que o filme é inspirado pelo tom de aventura espacial do quadrinista Jack Kirby. Snyder também citou o filme japonês Os Sete Samurais, de Akira Kurosawa, como uma inspiração. Embora Liga da Justiça tenha sido inicialmente anunciado como um filme em duas partes, com a segunda parte lançada dois anos após a primeira, Snyder anunciou em junho de 2016 que seriam dois filmes distintos separados e não um filme dividido em duas partes, sendo ambos histórias autônomas.

Filmagens Editar

Em julho de 2015, foi revelado que as filmagens começariam na primavera de 2016 após o fim das filmagens de Mulher Maravilha. As filmagens começaram em 11 de abril de 2016, ocorrendo no Warner Bros. Studios, Leavesden, assim como várias locais em torno de Londres, Escócia, Los Angeles e na vila Djúpavík, na Islândia. O cinegrafista de longa data de Snyder, Larry Fong, foi substituído por Fabian Wagner devido a conflitos de agenda. Affleck também foi confirmado como produtor executivo. Em maio de 2016, foi revelado que Geoff Johns e Jon Berg estarão produzindo os filmes da Liga da Justiça e também estarão no comando do Universo Estendido DC. Johns confirmou em 3 de junho de 2016, que o título do filme é apenas "Liga da Justiça", após rumores de que teria um subtítulo. Nesse mesmo mês, Irons afirmou que o enredo de Liga da Justiça será mais linear e simples, em comparação com Batman v Superman: Dawn of Justice. Johns afirmou depois que o filme seria "esperançoso e otimista" em comparação com os filmes anteriores da franquia. Momoa confirmou via Instagram que as filmagens terminaram em Londres em 1 de outubro de 2016. Em 7 de outubro de 2016, Zack Snyder compartilhou no Twitter um vídeo dos bastidores em comemoração ao último dia de filmagens no Reino Unido. Em 14 de outubro, Momoa confirmou via Instagram que as filmagens haviam terminado na Islândia.

Música Editar

Em março de 2016, Hans Zimmer, que compôs a trilha de Man of Steel e Batman v Superman: Dawn of Justice, afirmou que ele está oficialmente aposentado do "negócio de super-heróis". Em junho de 2016, foi substituído por Junkie XL, que escreveu e compôs a trilha sonora de Dawn of Justice ao lado de de Zimmer.

(Fonte: Wikipédia)

Trailer Editar

Liga da Justiça - Trailer Oficial 1 (dub) -HD-02:25

Liga da Justiça - Trailer Oficial 1 (dub) -HD-

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória